Destaques

O Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor (GMAA), informa que disponibiliza a partir de hoje um serviço de previsão “Avisos Agrícolas Fitossanitários”, que indica aos agricultores, as datas mais oportunas em que devem ser feitos os tratamentos fitossanitários para combater os inimigos das culturas, designadamente:

Vinha:
Míldio, oídio, podridão dos cachos, escoriose, traças da uva, cicadelídeos, cochonilhas e cigarrinha dourada

Olival:
Gafa, olho de pavão, cercosporiose, mosca da azeitona, traça da oliveira e cochonilhas. Batata míldio da batateira, traça e epitrix

Pomóideas (Macieira e Pereira):
Pedrado, cancro, bichado, afídeos, ácaros, cochonilha de S. José, mosca da fruta, mineiras e fogo bacteriano

Prunóideas (Pessegueiro, Cerejeiras, Damasqueiro, Ameixeira)
Tratamentos de Inverno e lepra. Citrinos míldio, mineira, mosca branca, cochonilhas e piolhos

Outras culturas (batata, castanheiros, citrinos, etc).”

Para mais informações, consulte a documentação anexa ou contacte o Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor.

Neste início deste ano de 2019 o Plano Diretor Municipal de Aguiar da Beira (PDM) está a ser objeto de uma série de alterações motivadas, sobretudo, pela entrada em vigor de novas normas e conceitos legais ou regulamentares.

Em 16 de janeiro de 2019 a Câmara Municipal de Aguiar da Beira aprovou a 1.ª alteração por adaptação para concretizar a atualização das cartas – “Planta de Condicionantes – Perigosidade de Incêndio Florestal” (carta 2.6), onde será incluído o conteúdo constante da carta de “Perigosidade de Incêndio Florestal” do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios atualmente em vigor e da carta “Planta de Condicionantes – Áreas Ardidas” (carta 2.4) em que serão inscritos os polígonos das áreas ardidas para o período de 2008 a 2017. Também na mesma reunião a Câmara Municipal aprovou a 5.ª correção material ao plano de forma a incluir nas definições constantes do seu regulamento as tipologias definidas no regime jurídico da instalação, exploração e funcionamento dos empreendimentos turísticos atualmente em vigor e demais legislação sobre instalações turísticas.

Ambos os processos se encontram em fase de publicação na 2.ª série do Diário da República e depósito no portal da Direção Geral do Território entrando em pleno vigor no dia seguinte ao da publicação.

Ainda neste contexto de dinâmica e gestão do planeamento do concelho, em 30 de janeiro a Câmara Municipal de Aguiar da Beira aprovou a proposta do Relatório do Estado do Ordenamento do Território do Concelho de Aguiar da Beira, que foi submetido à Assembleia Municipal de Aguiar da Beira que apreciou na sua reunião de 21 de fevereiro de 2019.

Este relatório será agora submetido a um período de discussão pública com a duração de 30 dias iniciados no dia seguinte ao da publicação do respetivo aviso em Diário da República, estando em fase de preparação da sua submissão.

O relatório encontra-se disponível nesta página da internet em https://www.cm-aguiardabeira.pt/index.php/planeamento-obras/ordenamento-do-territorio/relatorios-do-estado-do-ordenamento-do-territorio.

Durante o período de participação poderão os interessados dirigir por escrito as suas contribuições ao Presidente da Câmara Municipal, Av. da Liberdade, n.º 21, 3570-018 Aguiar da Beira, ou para o endereço eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. O relatório será ainda publicado na plataforma do governo na internet “Participa”.

Este relatório, legalmente exigido, serviu ainda para acompanhar a alteração ao PDM para incluir as regras de classificação e qualificação do solo previstas no regime legal do ordenamento do território em vigor, processo mais complexo e moroso que a Câmara Municipal, também na sua reunião de 30 de janeiro de 2019, deliberou dar inicio fixando o prazo de 24 meses para a sua elaboração e de 15 dias para o período de participação, prazos que se iniciam no dia seguinte ao da publicação no Diário da República. Neste momento esta a preparar-se o processo para se efetuar a publicação e o depósito no portal da Direção Geral do Território

Nos termos do n.º 2 do artigo 28 do Decreto-Lei n.º 14/2019, de 21 de janeiro, a queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, bem como a que decorra de exigências fitossanitárias de cumprimento obrigatório, fora do período crítico e quando o Índice de Risco de Incêndio não seja de níveis muito elevados ou máximo, está sujeita a mera comunicação prévia à autarquia local. Pode efetuar a comunicação através do telefone 232 689 105  ou do seguinte formulário:

 

Pode consultar aqui o risco de incêndio para os próximos 3 dias.

 

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.











Powered by BreezingForms

Anunciamos mais uma edição do Passeio BTT – Rota do Cabicanca – Aguiar da Beira.

Serão 2 percursos, de 25 km e 45 km, respetivamente,  que lhe proporcionarão paisagens magnificas, singles tracks, poucas subidas, muitas descidas e algumas surpresas. Para os acompanhantes dos participantes existirão atividades de ocupação variadas dinamizadas pela organização.

Os valores da inscrição, em função da modalidade, e para os acompanhantes,  são os seguintes:

 

Modalidade 1: BTTista - 15€

Inclui: passeio btt, Jersey de manga comprida, almoço, reforços, banho quente, lavagem bikes, seguro.

 

Modalidade 2: BTTista - 12€

Inclui: passeio btt, almoço, reforços, banho quente, lavagem bikes, seguro.

 

Acompanhantes:

6 aos 10 anos – 8 €

     + de 10 anos – 10 €

Inclui: passeio, atividades desportivas, almoço, banho quente.

 

Pode efetuar aqui a sua inscrição: https://www.apedalar.pt/eventos/info/2129

Consulte o regulamento em anexo.

 

Não perca  o XI Passeio BTT – Rota do Cabicanca.

AguiaràVossaBeira

NOTÍCIAS

CONTACTOS

Morada:

Av. Liberdade n.º 21,

3570-018 Aguiar da Beira

Telf: +351 232 689 100

Horário de Atendimento:

09h00 - 16h00